Já ouviu falar de copywriting? Escrever com o objetivo de persuadir o leitor não é uma tarefa simples.

Quando bem utilizado, o copywriting pode ser uma grande ajuda para aumentar a visibilidade e as vendas da sua marca.

Partilhamos consigo 13 dicas que pode aplicar na escrita dos seus textos, para conseguir persuadir o seu público e aumentar a venda dos seus produtos.

O QUE É O COPYWRITING

Copywriting é a arte de escrever textos persuasivos, com o objetivo de levar os leitores a tomarem uma decisão, que pode ser a compra direta do produto ou uma ação que faça parte do funil de conversão que tem como objetivo final essa compra.

Os textos, ou copies são escritos pelo copywriter. Esses copies podem ser escritos, por exemplo, para e-mails, sites, catálogos, artigos ou landing pages.

Um bom copy é capaz de levar os consumidores à compra direta do artigo e traz resultados para a marca num curto espaço de tempo.

Vamos então dar-lhe a conhecer algumas dicas de copywriting que deve utilizar nos seus copies para conseguir chegar ao seu objetivo final.

1. Recolha o máximo de informação

Tem de recolher o máximo de informação sobre o tema que vai falar, sobre a marca, sobre o produto e sobre o público-alvo.

Só conhecendo pormenorizadamente estes 4 fatores vai conseguir escrever um copy capaz de expressar a essência da marca, mostrar os benefícios do produto e oferecer ao público-alvo aquilo que ele quer receber.

Pesquisa de informação para copywriting.

2. Utilize o Storytelling

O Storytelling, ou seja, a arte de contar histórias é cada vez mais importante no copywriting.

As pessoas estão cansadas de levar com publicidade, e com informações sem interesse. Assim sendo, dão cada vez mais valor a marcar que lhes contém histórias, que os encantem com o seu enredo, e que marquem a diferença na vida dos mesmos.

As histórias permitem despertar emoções e levar a audiência a envolver-se e a identificar-se com a marca. A emoção é um fator chave para conseguir persuadir os leitores a realizarem a ação pretendida.

3. Seja simples e fale com o consumidor

Não complique o que pode ser dito através de palavras simples. Se quer falar com o consumidor tem de falar a linguagem dele.

Se na escrita dos seus copies utilizar palavras demasiado técnicas é provável que a sua audiência não as compreenda. E ninguém gosta de alguma coisa que não compreende, não é verdade?

Por isso, utilize sempre uma linguagem acessível nos seus textos, garanta que toda as pessoas, independentemente da sua formação conseguem perceber a mensagem que quer transmitir.

4. Atenção aos títulos

Os títulos são o principal ponto de atração dos seus copies. Seja um email, um anúncio ou um artigo, é através do título que vai conseguir despertar a atenção das pessoas.

Pense em quantas vezes já comprou um jornal ou uma revista só pelo título da capa destes? Como tal, não pode mesmo descuidar a escrita dos seus títulos. Sempre que escrever um título garanta que o mesmo:

  • Chama a atenção
  • Gera curiosidade
  • Oferece um benefício
  • Atrai o público-alvo

5. Utilize a emoção a seu favor

A emoção é fundamental para conseguir conectar a audiência com a marca. Se quer que os seus copies sejam realmente persuasivos têm de despertar emoções em quem os lê. Podes despertar diferentes emoções nos seus textos, tais como:

  • Alegria
  • Nostalgia
  • Curiosidade
  • Medo
  • Exclusividade
  • Ganância

6. Evidencie os benefícios do produto

As pessoas não querem saber o que é o seu produto, elas querem saber o que ele faz. E mais ainda, querem saber como é que aquilo que o produto faz as vai ajudar a resolver os seus problemas.

A pensar nisso, foque-se em demonstrar aos consumidores de que forma o produto os pode ajudar, pode utilizar exemplos práticos para demonstrar todos os benefícios do produto.

Benefícios do produto.

7. Atenção ao conteúdo visual

O seu copy deve ser visualmente atrativo e apelativo. Deixe de lado o texto corrido e sem destaques.

Se os seus textos parecerem visualmente desinteressantes, os leitores não vão ter interesse em ler os mesmos. Destaque os pontos mais importantes e crie um conteúdo que chame a atenção da sua audiência.

Como tal, utilize parágrafos curtos, listas, negrito, sublinhado e destaque bem os seus títulos e subtítulos.

8. Utilize sempre a voz ativa

A voz ativa transmite a mensagem de forma mais eficiente do que a voz passiva. Transmite também mais força e ganha mais destaque no cérebro dos consumidores.

Por exemplo, entre a frase na voz passiva” 2000 pessoas ganharam qualidade de vida com o nosso método” ou a frase na voz ativa “Ajudamos 2000 pessoas a ganhar qualidade de vida com o nosso métods”, a segunda é mais dinâmica e transmite muito melhor a mensagem de que a marca ajuda pessoas.

9. Prove com exemplos

A melhor forma de provar que o que está a escrever é verdade, é dando exemplos verdadeiros sobre o produto em questão.

Na escrita dos seus copies recorra a dados estatísticos, testemunhos de clientes ou histórias de sucesso para credibilizar a marca e o produto e conquistar até os mais desconfiados.

10. Atenção ao CTA

Em todos os seus copies não pode deixar de incluir uma forte chamada para a ação (CTA) no final dos mesmos. Garanta que as suas chamadas para a ação são:

  • Simples e diretas: devem incluir poucas palavras e ter os verbos no presente
  • Alarmantes: o leitor percebe o que vai se não realizar aquela ação;
  • Poderosas: deve utilizar palavras poderosas como, “novo”, “grátis ou “agora”;
  • Úteis: é percetível o benefício que está associado à realização daquela ação.

Deve também colocar a decisão da ação sempre do lado do leitor. Por exemplo, em vez de colocar “Inscreva-se agora” coloque “Quero inscrever-me agora”. No primeiro caso, o leitor pode entender que lhe está a dar uma ordem, no segundo é ele quem toma a decisão de se inscrever.

Utilizar imagens no copywriting.

11. Não podem faltar as imagens

As imagens e as palavras devem sempre ser complementares. Ou seja, as imagens que utilizar para acompanhar os seus textos devem transmitir o que está escrito.

Utilizar boas imagens e que façam sentido nos seus copies ajudará o leitor a compreender a mensagem que quer transmitir e a perceber o real benefício do produto.

12. Comunique na 2ª pessoa

Não escreva para “os consumidores”, mas sim para “o consumidor”. Ninguém goste de se sentir mais um, por isso em vez de utilizar o plural utilize sempre o singular na redação dos seus copies.

Por exemplo, em vez de colocar “Descubram o nosso novo produto” coloque “Descubra o nosso novo produto”. O leitor deve sentir sempre que aquele conteúdo foi escrito para ele.

Sempre que possível coloque também o nome do recetor do seu copy. Pode fazê-lo na escrita de emails por exemplo, quanto mais personalizada for a comunicação com o consumidor melhores resultados terá.

13. Não se esqueça da essência da marca

Em qualquer conteúdo que escreva garanta que a essência e a personalidade da sua marca está lá.

Quando o público é capaz de identificar um texto como seu, quer seja pela forma como escreve, pelo tom de voz ou pelas palavras que utiliza, então o seu trabalho está sendo bem feito.

Por fim, seja sempre relevante

O segredo no final é este: ser relevante para a sua audiência. Pense sempre como pode ajudar quem lê os seus textos a ultrapassar um problema e foque a sua comunicação nisso.

Na dúvida, seja sempre o mais claro possível e não deixe nenhuma ponta solta na sua comunicação, nem utilize nenhum termo que não sabe se o leitor vai compreender.

Preparado para escrever aplicar todas estas dicas de copywriting?